O que sabemos sobre o suicídio de Jovens e Adolescentes? – Biblioteca Digital

Posted on Posted in Uncategorized

A discussão sobre o suicídio de jovens e adolescentes tem sido recorrente no ano de 2017. Estatísticas nacionais e internacionais indicam também um crescimento no número de suicídios nessa fase da vida. Mas quais são as causas desse suicídio? Há especificidades no suicídio dessa fase da vida?

Tentando responder essas perguntas elaboramos uma lista de referências sobre o tema. As referências estão disponíveis para download em nossa Biblioteca Digital. Tem mais sugestões de artigo? Escreva para nós em gepespcomunicacao@gmail.com

 

Abordagem geral (nacional e internacional) do suicídio entre jovens e adolescentes

Prevalência e fatores associados à ideação suicida na adolescência: Revisão de literatura

RESUMO: Uma revisão bibliográfica baseada nos estudos de corte transversal encontrados em bases de dados eletrônicas (Medline, SciELO e Lilacs), referentes ao período de 2002 a 2013. As palavras-chave utilizadas para a busca foram: “ideação suicida”, “ideação suicida e adolescentes”, “ideação suicida e estudantes”, “comportamento suicida e adolescentes”.

 

Young people and suicide

RESUMO: Um estudo sobre o suicídio entre jovens no Reino Unido. Apresenta os fatores de risco identificados nas mortes e nas ideações suicidas mapeadas.

 

Tentativa de auto-extermínio entre adolescentes e jovens: uma análise compreensiva

RESUMO: Dissertação de mestrado em Enfermagem. Utilizou entrevistas com 4 jovens que haviam tentado suicídio. A pergunta que norteou o trabalho era: “O que foi para você a tentativa de suicídio?” Os discursos dos sujeitos foram analisados segundo a análise ideográfica compreensiva de Martins e Bicudo (1989), e as categorias interpretadas, incipientemente, à luz dos filósofos Merleau-Ponty e Martin Heidegger.

 

Ideaciones y comportamientos suicidas en adolescentes: una urgencia social

RESUMO: O artigo analisa pesquisas realizadas sobre o suicídio na tentativa de constatar e destacar que a identificação e orientação psicológica dos sujeitos em risco de suicídio é uma urgência social e deve ser estudada como tal. Propõe ainda ações preventivas eficientes e oportunas.

 

Arriscar morrer para sobreviver: olhar sobre o suicídio adolescente

RESUMO: Estudo realizado com 628 adolescentes, estudantes do 10.o ano, 11.o ano e 12.o ano de escolas secundárias em Lisboa, de ambos os sexos e com idades compreendidas entre os 15 e os 18 anos. Aborda questões relacionadas a ideação e tentativa de suicídio.

 

Predictores de suicidalidad en adolescentes

RESUMO: O artigo pretende mensurar a contribuição da autoestima,       impulsividade, coesão e adaptabilidade familiar e apoio social na previsão de          suicídio entre adolescentes. Como método, utilizou a escala de Suicidalidade, a   escala de autoestima de Rosenberg, a escala de impulsividade, a escala de             coesão e adaptabilidade familiar de Olson e a escala de apoio social de Zimet.     Os questionários foram aplicados para 763 estudantes de Ensino Médio chilenos.

 

Estudo de ideação suicida em adolescentes de 15 a 19 anos

RESUMO: Este estudo objetivou identificar a presença de ideação suicida em     526 adolescentes entre 15 e 19 anos da cidade de Porto Alegre. Buscou         caracterizar os adolescentes com e sem ideação suicida quanto à intensidade de depressão/desesperança; identificar, nos adolescentes com ideação suicida, o             nível de associação entre ideação suicida e depressão/desesperança e identificar, nos adolescentes com ideação suicida, quais variáveis foram encontradas como    mais associadas à ideação suicida.

 

Planejamento suicida entre adolescentes escolares: prevalência e fatores       associados

RESUMO: Estudo transversal com objetivo de investigar a prevalência de           planejamento suicida e fatores associados em adolescentes escolares entre 12 e 18          anos     de um município da grande Porto Alegre. Para a coleta de dados,         utilizaram-se dois questionários autoaplicáveis: um sobre uso de álcool, drogas,            violência, sentimentos de solidão e tristeza, relacionamento familiar,        planejamento suicida, comportamento na escola e com amigos, padronizado pela             Organização Mundial da Saúde, e o Body Shape Questionnaire.

 

Cultural correlates of youth suicide

RESUMO: O trabalho examina associações entre as taxas de suicídio na juventude         de países desenvolvidos com 32 variáveis socioeconômicas e culturais. A hipótese central é que as taxas de suicídio podem estar relacionadas com variáveis culturais    de inserção e integração social, especialmente o individualismo.

 

Suicídio entre Jovens/Adolescentes no Brasil e/ou em países da América Latina

Suicidal Ideation and Associated Factors among Adolescents in Northeastern Brazil

RESUMO: O estudo visa identificar a prevalência e fatores associados com a ideação suicida entre adolescentes brasileiros. A partir dos casos, foram criados modelos definidos por: adolescentes que consideraram o suicídio, adolescentes que planejaram o suicídio e adolescentes que tentaram suicídio. Foram realizadas análises de regressão logística para cada um dos modelos.

 

Tentativas de suicídio em jovens: aspectos epidemiológicos dos casos atendidos no setor de urgências psiquiátricas de um hospital geral universitário entre 1988 e 2004

RESUMO: O artigo faz uma análise comparativa de todos os casos de pacientes adolescentes, com idade entre 10 e 24 anos, atendidos no setor de urgências    psiquiátricas de um grande hospital geral universitário, após tentativas de suicídio      e uso/abuso de substâncias psicoativas, durante o período de 1988 a 2004.            Estudou-se, especificamente, os casos de tentativas de suicídio, considerando sua             distribuição quanto à idade, sexo e método utilizado.

 

Análise epidemiológica da morbimortalidade por suicídio entre adolescentes em Minas Gerais, Brasil

RESUMO: Trata-se de estudo descritivo, com objetivo de realizar análise            epidemiológica da morbimortalidade por suicídio na faixa etária de 10-19 anos de      residentes em Minas Gerais. Através de dados do DATASUS/MS e do Censo           analisaram-se freqüências simples absoluta e relativa de 2.338 internações e 1.212     óbitos, estratificadas por sexo, faixa etária e meios usados para perpetrar a auto-            agressão.

 

Prevenção ao suicídio entre jovens e adolescentes

Preventing suicide by young people: Discussion paper

RESUMO: O relatório apresenta uma breve definição do suicídio e dados sobre o tema. Em seguida, apresenta estratégias voltadas para a prevenção ao suicídio,           bem como serviços e instrumentos que podem ser utilizados com essa finalidade.

 

Prevenção da tentativa de suicídio e promoção da saúde mental entre            crianças e adolescentes do município de Matozinhos

RESUMO: A dissertação analisa os casos de tentativas de suicídio de crianças e adolescentes (entre 3 e 18 anos) e apresenta a proposta de intervenção de            construção de um projeto de intervenção intersetorial: Fórum Municipal da Rede       de Apoio Infanto-juvenil de Matozinhos e de um espaço de apoio.