Clipping

Seminário vai debater prevenção do suicídio durante três dias em Vitória

Segundo estimativa da Organização Mundial da Saúde (OMS), a cada 40 segundos uma pessoa é vitima de suicídio no mundo. Escolhido para trazer à tona discussões pertinentes sobre o assunto, o mês de setembro, conhecido como Setembro Amarelo, será data para o V Seminário de Prevenção do Suicídio, realizado de 30 de agosto, 01 e 02 de setembro, no Teatro da UFES.

Ao todo, serão 18 apresentações, dividas nos três dias de atividades, que discutirão o tema proposto para este ano: Depressão – promoção e prevenção em saúde mental. André Trigueiro, jornalista e autor do livro “Viver é a Melhor Opção”, será responsável pela palestra de abertura, de mesmo nome, no dia 30 de agosto, às 9h.

o suicídio é a terceira maior causa de morte entre jovens brasileiros e faz mais de um milhão de vítimas no mundo entre todas as idades. Para a coordenadora do evento, a psicóloga Daniela Reis e Silva, que também coordena o Grupo de Trabalho de Prevenção do Suicídio no Espírito Santo, além de ser membro da Associação para a Educação e Aconselhamento sobre a Morte dos Estados Unidos (ADEC), o seminário é uma iniciativa de debate e prevenção.

“A ideia é proporcionar um debate amplo e aberto sobre o assunto em todas as esferas da sociedade e divulgar ações preventivas, considerando que 90% dos casos são passiveis de prevenção segundo estimativas da OMS”, ressalta Daniela.

Dentre os temas abordados estão a prática de valorização da vida, a vigilância epidemiológica, o acolhimento, a importância da posvenção e as experiências em prevenção de suicídio em diferentes faces, como por exemplo da Polícia Militar do Espírito Santo e da Polícia Militar do Rio de Janeiro, do Centro de Valorização da Vida (CVV) e do SASVV- Serviço de Atendimento a Vítimas de Violência de Vitória. Também faz parte da programação do evento o lançamento do livro “Por que os policiais se matam?”, da socióloga Dayse Miranda.

II Encontro Regional de Sobreviventes

O evento também contemplará o II Encontro Regional de Sobreviventes no Espírito Santo, realizado na sexta-feira (01), às 17h30, com coordenação de Daniela Reis e Silva e da psicóloga e suicidologista, Karen Scavacini. A proposta é que pessoas que perderam alguém para o suicídio possam se reunir e conversar sobre a experiência de estar em luto, visando à construção de uma rede de apoio e de políticas públicas adequadas à esta demanda. “A vivência singular daqueles afetados por essas mortes podem e devem colaborar envolver a posvenção como promoção de saúde e prevenção do suicídio integrada e significativa. Afinal, essa é uma tarefa para muitas mãos”, salienta a psicóloga Daniela Reis.

O V Seminário de Prevenção do Suicídio é realizado pela Associação de Terapia Familiar do Espírito santo (ATEFES) em parceria com o Centro de Valorização da Vida (CVV0 e o Núcleo de Estudos em Ciência e Espiritualidade (NECE/UFES), sendo promovido pelo Grupo de Trabalho de Prevenção do Suicídio do Espírito Santo (GTPS- ES).