Uncategorized

Corpo de Bombeiros do Rio na luta pela vida

Por Caio Brasil,
Jornalista e pesquisador do GEPeSP.


Corporação mais atuante em ocorrências de tentativa de suicídio do RJ, o Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ) apresenta dificuldades na contabilização dos casos e promove reformulações. Segundo o Capitão Evangelista, do Programa de Saúde Mental do CBMERJ, “se uma pessoa consuma o suicídio por precipitação, em nossos dados a informação entra apenas como óbito”. Além da mudança, que pode ajudar no melhor entendimento do fenômeno, em planejamento de estratégico e em políticas de prevenção, o CBMERJ insere no currículo de formação e aperfeiçoamento a doutrina de abordagem técnica a tentativa de suicídio, para oficiais e praças. O Capitão explica que “o militar receberá instruções teóricas de aproximação, abordagem, técnicas de diálogo, identificação de linguagem corporal e gerenciamento operacional em eventos de tentativa de suicídio por diversos métodos. E, após isso, ele vai para prática, abordando atores que simulam tentativas de suicídio.”

O Programa de Saúde mental do CBMERJ promoveu no dia 7 de agosto o I Seminário de Prevenção ao Suicídio, no Complexo de Ensino e Instrução Coronel Sarmento (CEICS), em Guadalupe, Zona Norte do Rio. Abordando eixos de prevenção ao suicídio do bombeiro e militares de outras corporações, o histórico e fundamentação da abordagem técnica de tentativa de suicídio, e suicídio na era da informação, o evento reuniu cerca de 200 pessoas, entre civis e militares. Para o Capitão Evangelista, “é importante que a doutrina seja aperfeiçoada e que o militar do CBMERJ seja qualificado. Nenhum Bombeiro está isento de atuar em um evento de tentativa de suicídio. Para aqueles que vivenciaram é sabido que a pressão emocional é muito grande, é necessário um preparo específico nesse sentido”.

Os pesquisadores do GEPeSP Pablo Nunes, Meire Cristine Ferreira de Souza e Alexandra Valéria Vicente da Silva participaram do seminário, apresentando suas pesquisas sobre o fenômeno do suicídio. O GEPeSP desenvolve importante pesquisa sobre fatores de adoecimento psíquico e mental e suicídio entre agentes de segurança pública e formas de prevenção. Uma extensa bibliografia a respeito pode ser encontrada em nossa Biblioteca Digital. Aqui você pode acessar o livro Por Que os Policias se Matam, desenvolvido a partir de nossa pesquisa.