Uncategorized

Secretaria de Estado de Polícia Civil do Rio adota cards informativos do IPPES sobre saúde emocional durante a quarentena

Por Caio Brasil,
Jornalista e pesquisador do IPPES.


 

Em parceria com o IPPES, a Secretaria de Estado de Policia Civil (SEPOL) do Rio de Janeiro lançou cards informativos sobre saúde emocional de seus profissionais durante a pandemia. A publicação ocorreu no dia 10 de junho, em boletim interno dirigido aos policiais civis do estado.

A colaboração surgiu através do contato da Divisão de Valorização Profissional e Qualidade de Vida da SEPOL com a coordenadora de Segurança Pública e Saúde do Trabalhador do IPPES, a comissária da Polícia Civil do Rio Meire Cristine Ferreira. Segundo Meire, “a parceria demonstra a credibilidade e confiança no trabalho que o IPPES vem desenvolvendo nas questões relativas à saúde mental dos agentes de segurança pública. Eu, que sou policial civil, vejo com grande satisfação que a minha instituição tenha sensibilidade a um tema tão delicado”.

A comissária da polícia civil e coordenadora do IPPES entende a parceria como promissora. “Vislumbro a possibilidade de estarmos mais próximos à SEPOL para outras ações, como a construção de programas de intervenção, ampliação do conhecimento sobre doenças mentais e prevenção do suicídio entre os agentes de segurança pública. Vejo como um primeiro passo para a promoção da saúde dos policiais civis do Rio de Janeiro”, conta Meire.

Durante a pandemia, o IPPES produziu e divulgou em suas redes sociais cards informativos sobre saúde emocional. Os materiais foram criados pela equipe técnica do IPPES, que se dividiu em um trabalho de pesquisa e curadoria, reunindo e organizando instruções de instituições nacionais e internacionais.

Inicialmente foram produzidos cards dirigidos a quatro públicos: profissionais de segurança pública, crianças e adolescentes, profissionais de saúde e para a população geral. Neste momento de isolamento, acreditamos que iniciativas como essa podem contribuir para atenuar os desgastes com a quarentena. O IPPES se coloca à disposição para colaborar com todas as instituições de segurança pública do Brasil e readequar gratuitamente o layout de nossos cards, criando identidade com as corporações e agentes.

Meire explica que “isso é uma demonstração de atenção à saúde do profissional de segurança pública. Fazer que as medidas e ações de prevenção sejam difundidas nas instituições demonstra reconhecimento às questões de trabalho que podem impactar a vida dos agentes. A instituição traz para si um material de forma gratuita e oferece um cuidado que não tem preço”.

Fale conosco para ter os informativos do IPPES sobre saúde emocional durante a quarentena em sua instituição:  coordenacao.segurancapublica@ippesbrasil.com.br