Multiplicadores de Prevenção do Suicídio dirigido a Professores e Educadores

Público Alvo:

Esse curso/workshop é destinado aos professores e educadores que atuam em escolas de ensino fundamental e médio.

Modalidade: Presencial

Carga Horária Total do Curso: 20 horas

Número máximo de Vagas oferecidas: 30

Investimento: R$250 reais.

Professores responsáveis: 

 

Dayse Miranda
Doutora em Ciência Política pela USP
Coordenadora do Grupo de Estudo e Pesquisa em Suicídio e Prevenção
dayse.miranda@gepesp.org
Lattes: http://lattes.cnpq.br/4642382292915049

Fabiana Albino
Mestre em Desenvolvimento Humano/Ciência da Motricidade Humana pela UCB
Professora do Instituto GATE, Gestão, Assessoria e Treinamento em Educação
Pesquisadora associada GEPeSP
Email: fabianaalbino@institutogate.com.br
Lattes: http://lattes.cnpq.br/3539232810969170

Mariana Bteshe
Doutora em Informação e Comunicação em Saúde (PPGICS) pela Fundação Oswaldo Cruz (2013).
Psicóloga e professora Doutora de Saúde Mental e Psicologia na Faculdades de Ciências Médicas da UERJ
Pesquisadora associada GEPeSP
Email: marianabteshe@gmail.com
Lattes: http://lattes.cnpq.br/6545170514548258

Rogéria Quintela
Psicóloga e pesquisadora associada ao GEPeSP
Email: rogeriaquintella@gmail.com
Lattes: http://lattes.cnpq.br/9171023424582198

 

Contextualização:

No mundo inteiro, o suicídio está entre as cinco maiores causas de morte na faixa etária de 15 a 19 anos. Em vários países o suicídio fica como primeira ou segunda causa de morte entre meninos e meninas nessa mesma faixa etária (OMS, 2000). Daí a razão para formar agentes multiplicadores de prevenção ao suicídio no ambiente escolar. Entendemos por multiplicador o ator que exercerá o papel de educador no campo da saúde mental no ambiente escolar. Professores e educadores receberão um treinamento específico para atuar no seu cotidiano de trabalho, seja identificando e abordando jovens e adolescentes em situações de risco ao suicídio, seja encaminhando as vítimas para os serviços de saúde especializados. Além de ser multiplicador em prevenção ao suicídio, esse profissional será um grande incentivador do cuidado emocional e psíquico de jovens e adolescentes em sua escola. A meta é criar uma rede informal interna de proteção entre professores e alunos.

Objetivos

Esse trabalho visa treinar professores e educadores a identificar e lidar com alunos que sinalizem o risco suicida. O workshop será dedicado aos profissionais que queiram aprender segundo a Organização Mundial de Saúde:

  • Quais são os fatores de risco do suicídio entre adolescentes? E os de proteção?
  • Como identificar estudantes em conflito e com possível risco de suicídio?
  • Como se deve manejar os estudantes sob risco de suicídio?
  • O que depois que o ato suicida acontece?

Metodologia

O programa do workshop está dividido em cinco (5) módulos. O primeiro apresenta a magnitude do fenômeno do suicídio e uma crítica às estatísticas de suicídio no mundo e no Brasil. O segundo será dedicado ao estudo do cérebro do adolescente na perspectiva da neurociência aplicada à educação.

O terceiro aborda o comportamento suicida de adolescentes, dando ênfase aos fatores de risco e protetivo do suicídio de adolescentes. O quarto módulo trata a Prevenção, segundo as orientações da Organização Mundial de Saúde: Manual para Professores e Educadores (2000). No quinto e último módulo, nossa equipe discutirá os casos clínicos e simulações de experiência de crise suicida com jovens e adolescentes em ambiente escolar. Esse trabalho será conduzido através de oficinas e rodas de conversas com os participantes e facilitadores do workshop. O objetivo desse módulo é promover reflexões em torno dos instrumentos de prevenção de suicídio juvenil adequados à prática profissional dos participantes.

 

RESUMO DAS ATIVIDADES

   

Módulo 1 - Magnitude:

  • Definições
  • O Mapa do Suicídio no Brasil
  • Um olhar Crítico sobre as Estatísticas de Suicídio

Módulo 2 - O cérebro do Adolescente:

  • O cérebro do adolescente: A influência das mudanças no cérebro durante a adolescência
  • Mudanças mentais / psicológicas: Maturação e comportamento mental na adolescência; percepção e aprendizagem
  • Transtornos mentais e adolescência: Características dos transtornos mentais e suas consequências na adolescência; ansiedade e depressão na adolescência

Módulo 3 - Suicídio de Adolescentes:

  • O Comportamento Suicida de Jovens e Adolescentes no Brasil: o que sabemos?
    Risco de suicídio entre adolescentes
  • Fatores de Proteção contra o suicídio de adolescentes

Módulo 4 - A prevenção do suicídio no ambiente escolar:

  • Prevenção do Suicídio: Manual para Professores e Educadores
  • Desconstruindo os Mitos em torno do Suicídio de Adolescentes
  • Como identificar estudantes em conflito e com possível risco de suicídio segundo a Organização Mundial de Saúde?
  • Como se deve manejar os estudantes sob risco de suicídio?
  • O manejo.

Módulo 5 - A prática:

  • Revisão do Conteúdo do 1º Encontro
  • Simulações antes e depois do ato suicida de jovens.
  • Roda de Conversa.

 

Referências Bibliográficas

BOTEGA, N. J, et al (2006). "Prevenção do comportamento suicida." Psico37.3:213-220.
_____________, N. J. Crise suicida: avaliação e manejo. Porto Alegre: Artmed, 2015. 302p. McKey PW, Jones RW, Barbe RH. Suicide and the School: a Practical Guide to
Suicide Prevention. Horsham, PA, LRP Publications, 1993.

Fonseca, Vitor da. Importância das emoções na aprendizagem: uma abordagem neuropsicopedagógica. Rev. psicopedag. vol.33 no.102 São Paulo 2016.

Fonseca V. Papel das funções cognitivas, conativas e executivas na aprendizagem: uma abordagem neuropsicopedagógica. Rev Psicopedagogia. 2014;31(96):236-53.

Fischer K, Heikkinen K. The future of education neuroscience. In: Sousa DA, ed. Mind, brain & education. Bloomington: Solution Tree Press; 2010.

Goleman D. Working with emotional intelligence. New York: Bantam Books; 1998.

Immordino-Yang MH, Faeth M. The role of emotion and skilled intuition in learning. In: Sousa D, ed. Mind, brain & education. Bloomington: Solution Tree Press; 2010.

Marcelli, D. Suicide and depression in adolescents. Revue du Praticien, 1998,
48:1, 419-423.

Malley PB, Kusk F, Bogo RJ. School-based adolescent suicide prevention and
intervention programs: a survey. School Counselor, 1994, 42: 130-136.

Mendes, D. D, et al. Estudo de revisão dos fatores biológicos, sociais e ambientais associados com o comportamento agressivo. Rev Bras Psiquiatr. 2009;31(Supl II):S77-85
Sudak HS, Ford AB, Rushforth NB. Adolescent suicide: an overview. American
journal of psychotherapy, 1984, 38: 350-363.

Organização Mundial da Saúde (OMS), Prevenção do Suicídio: Manual para Professores e Educadores. Genebra, 2000.
Weissman MM et al. Depressed adolescents grow up. Journal of the American Medical Association, 1999, 281(18): 1701-1713.